O SUICÍDIO ESTÁ NA MODA ! QUE BOM

Calma. Não estou me referindo ao gesto de alguém tirar a própria vida. Mas ao fato de se falar sobre ele. Demorou pra que este assunto chegasse às páginas de jornais e revistas; aos programas de TV; às conversas de grupos de amigos.

Não sei se é de conhecimento de todos, mas normalmente a imprensa não noticia suicídios, ou pelo menos não noticiava, por causa de uma crença: a divulgação de um, gera outro e mais outro e mais outro…

Seja como for o suicídio ganhou status de assunto do momento, graças um pouco à Baleia Azul (jogo que sugere desafios, auto-mutilação e dar fim na própria vida), graças um pouco ao 13 Reasons Why (seriado do Netflix em que uma jovem deixa treze fitas K-7 gravadas, explicando porque se matou).

Muitos se lembram que antigamente não se falava a palavra câncer. Na minha família, mesmo diziam “Fulano está com “”aquela”” doença”. Era a época em que um diagnóstico positivo significava praticamente uma sentença de morte. A ciência evoluiu, muitos casos de câncer são resolvidos rapidamente e o assunto hoje não é mais proibido.

Eu tive a infelicidade, de há mais de 30 anos, perder uma amiga que decidiu tomar veneno e morrer. Ela era jovem, bonita, inteligente, bem de vida e uma semana antes tinha me dito que estava muito feliz. Pouco, muito pouco se comentou sobre o seu gesto. E talvez aí esteja o “X” da questão. Não se comentam causas e conseqüências do suicídio. E ele não termina no ato do suicida; continua na família que segue morrendo um pouco a cada dia, por culpa de não ter percebido e por não poder ter impedido a morte de alguém. Continua com os amigos, que buscam explicações. Continua entre os vivos e pra quem morreu ainda fica a sina de que tirar a própria vida é um crime sem perdão.

Causas, muitas sabemos: depressão, desilusão, crise financeira, decepção amorosa. Mas POR QUE algumas pessoas entendem que é preciso dar  o fora da vida e não enfrentar o problema? É genético ? É doença ? É temperamento ?  É reação química. É preciso buscar respostas pra essas perguntas, e, talvez, com elas, venham as soluções: um tratamento, uma vacina, um bloqueador… sei lá !

Uma reportagem da revista Carta Capital aponta que só em Curitiba são 10 suicídios por mês. É um número bem significativo. São mais de 100 pessoas por ano. No Brasil foram 12 mil em 2016. No mundo, é um suicídio a cada 40 segundos. O ato extremo tem aumentado, mesmo com o quase silêncio da imprensa. Isto está mudando, e acho positivo. Afinal, não dá pra negar que tem um elefante na sala… e todo mundo finge que não vê. Ou pelo menos, fingia.

7 respostas para “O SUICÍDIO ESTÁ NA MODA ! QUE BOM”

  1. …quantas vezes pensamos no dia a dia em desistir da vida? desistir das dores,problemas,falta de trabalho,dinheiro e Muitas dividas?
    Coragem é o que nos falta. Graças a Deus e a Fé,que nos aquece.
    Mas,em mim….em minha Família existe o Vazio,a Dor,a Resposta do porquê.
    A 8 anos meu irmão nos deixou,da pior forma. Nem sei dizer se Ele sofreu,se sentiu Dor,ou se deixou “levar”.
    Desistiu de viver? Creio que não,prefiro acreditar que “deixou de sofrer”.
    Os porquês,me perturbam,mas não procuro mais saber,”quem procura acha” e nada do que Eu acha,o trará de volta.
    Nos deixou um vídeo de despedida,pedindo Perdão, e com gestos e fala,diz:”ninguém sabe o que se passa aqui(cabeça) e aqui (coração).
    Respeito,Admiro e Amo mais que Ontem o Luca.
    Falamos mais,precisamos saber Identificar “essas dores”,precisamos ajudar ou sermos ajudados a essa inesperada forma de perder alguém.
    Ainda dói. Vai doer.

  2. O assunto é pra lá de delicado, beira a chatice e certo dissabor ter de comentar, mas é um assunto quase que cotidiano, pois acontece em muitos lugares. Fato é que ninguém tem direito de tirar a própria vida, isso é como negar-se a Deus que nos deu (e tem o direito de tirá-la)!
    Então, essa questão leva a reflexão de como devemos cuidar e amar o próximo, pois a qualquer instante alguém “bem próximo” de nós pode pensar em dar fim a vida.

  3. Quando lí o título pensei: o Herivelto enlouqueceu! O título me levou ao texto e a seguinte conclusão: parabéns pelo título, parabéns pelo texto, ambos inteligentes. O assunto é delicado e precisa sim de discussão na sociedade.

    1. Obrigado pela participação. Esta semana vou abordar o assunto com especialistas.

  4. Creio que vc acertou no ponto, mas pra mim a questão maior é, qual o ponto que antecede a decisão. Existem muitas pessoas, creio que todos um dia já chegaram num limite que te fez repensar do por quê se está aqui nessa vida. E a questão é o que te faz pensar daí pra frente. Muitas pessoas tentam mas não conseguem e nós nem ficamos sabendo. Mas o que os faz parar? ? O que os faz ir adiante?? E como fica a cabeça da pessoa que tentou e ñ conseguiu por algum motivo?? Tema extenso, triste mas muito válido e de grande importância. Se puder esmiuçar, melhor. Bjs e Parabéns pelo tema.

  5. Muito bom. É de grande importância comentar sobre tudo. Sou do tempo que as coisas eram “cochichadas”. Tudo era tabú.
    Sou favorável à discussão de todos os temas.

Os comentários estão desativados.